Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/sitioe80/public_html/caracolfuracao.com.br/Connections/gecon.php on line 9
Caracol Furacão

Inicial
O que é???
Quem sou eu e quem é você nesta história...
Se for pra sugar vida, gastar da vida, brindar a vida...
Grupo de pais: Buscando Aliados
Tudo depende do quê? Depende do jeito que a gente vê! Outros grupos
Deixem-nos ser quem somos, mas não deixem de nos mostrar quem também podemos ser: um espaço adolescente
Faz de conta que eu era... Uma terra chamada infância
Quantas raízes pode ter uma vida grama? A madureza...
Encontros com Pais
 

 






LER

Há  um provérbio que diz:

Plante uma ação, colha um hábito.
Plante um hábito, colha um caráter.
Plante um caráter, colha um destino.

Então, faças da leitura um hábito, pois este hábito irá te levar a novos lugares, outros modos de ser, irá provocar encontros contigo mesmo e com o mundo!!!

Ler não é tarefa fácil, exige energia, disciplina, atenção, tempo, etc. Então, vamos ajudar, citando alguns direitos do leitor descritos por Pernnac:

  • direito de não ler;
  • direito de pular páginas;
  • direito de não terminar um livro;
  • direito de reler;
  • direito de ler qualquer coisa;
  • direito de ler em qualquer lugar;
  • direito de ler uma frase aqui e outra ali;
  • direito de ler em voz alta;
  • direito de calar.

Ler por prazer é bem legal, e aí vale ler gibi ou jornal, vale repetir as histórias preferidas, sejam elas românticas, engraçadas ou simplesmente bem boladas.

Outras vezes, ler é um grande desafio: encontrar autores de diferentes épocas, decifrar conceitos, memorizar nomes, interpretar frases e parágrafos intermináveis, profundidades que parece que não vamos alcançar!

Mas pra isso tem antídotos:

  • consultar o dicionário, mesmo que já se conheça a palavra. Ela, às vezes, pode ter também outros significados. Assim enriquecemos nosso vocabulário e ampliamos nosso horizonte lingüístico;
  • buscar dicas sobre os autores até então desconhecidos, descobrir curiosidades sobre sua obra e a época em que foi escrita, nos aproxima da criação e nos entendemos melhor com ela;
  • reconhecer que há coisas no processo de aprendizado que não passam só pelo prazer, mas também pela disciplina, pelo treino, pela necessidade de fazer parte do processo coletivo do aprender. E isso não nos tira um pedaço, nem nos faz perder tempo. Pelo contrário, exercita o cérebro, aumentando as conexões neurológicas, nos deixando mais inteligentes, portanto, mais preparados para a vida;
  • trocar idéias com os pais, amigos, professores, colegas, pode ser uma maneira de descobrir diferentes maneiras de pensar um texto. É sempre bom encontrar ajuda para decifrar escritos.

Ler exige atenção, concentração, persistência. Não há mágica para isso, há sim entrega. É comprometer-se com a tarefa. Organizar o que pensamos e o que sentimos é difícil e complexo, porque depende de uma porção de coisas (isto fica para uma próxima conversa). Porém, organizar uma tarefa é, talvez, bem menos complexo. Vão aí algumas dicas:

  • organize um tempo para a leitura. Neste espaço de tempo procure dedicar-te somente à leitura, pois assim sua atenção ficará mais focada;
  • por outro lado, aproveite as brechas de tempo que o cotidiano nos oferece, preenchendo-as com leitura: o tempo no ônibus, no trem, a sala de espera nos consultórios, cuidado dos filhos no parque, etc;
  • quando fores ler, se possível, exclua as necessidades que possam atrapalhar a entrega: fome, sede, sono, xixi, etc;
  • ambiente adequado (iluminação, temperatura, etc.), postura, silêncio, todos estes são ingredientes importantes para a feitura da leitura;
  • se o livro for teu, utilizes marcações: sublinhar, fazer asteriscos, chaves, usar caneta marca texto). Ressaltar o que foi mais marcante, colocar as nossas marcas no texto, nos torna mais íntimo dele, dialogamos com a escrita.

Certa vez, um homem pediu ao mestre zen Ikkyu que escrevesse algo da sua profunda sabedoria. Ikkyu escreveu uma só palavra: "Atenção".
           
"Você poderia acrescentar alguma coisa?", perguntou o homem.
O mestre zen escreveu: "Atenção. Atenção".
Ainda insatisfeito, o homem disse que não via grande sabedoria nisso.
Então Ikkyu escreveu: "Atenção. Atenção. Atenção.”
“Mas o que significa atenção?", questionou o homem.
“Atenção significa atenção", respondeu Ikkyu.
Ou seja, não tem saída, nós temos é que ter atenção.

Exercitar a curiosidade é fundamental. Nem sempre o que tu vais descobrir que mais gostas de ler estará no menu de leituras da escola ou nos livros que já estão em casa. Então, vá às bibliotecas, livrarias, fiques fuçando, xeretando, folheando, e quem sabe assim, tu vais fazer boas descobertas, pois há livros que não participaram da lista dos mais lidos ou mais vendidos, ou, simplesmente, não tiveram em seu lançamento uma grande campanha publicitária, e isto não significa que sejam livros menos importantes. Lembra-te, sabedoria não é sinônimo de sucesso ou unanimidade.

Deixe a poesia fazer parte das tuas leituras e, portanto, da tua vida. A poesia amplia o olhar, os sentidos se proliferam, é como se outras portas e janelas fossem se abrindo. Olha só isto que lindo: "Olhar teu olhar é pousar sem parar de voar"!

A questão é, como diz o poeta Fernando Pessoa: "tudo vale a pena, se a alma não for pequena...".

Se possível, participe de oficinas literárias. Vai haver trocas, indicações. É fazer um aprimoramento da nossa relação com o mundo das palavras.

Releia sempre!!! Temos diferentes fases na nossa vida, e isso vai diferenciar o como e o que absorvemos do que lemos. Por isso, vale a pena reler para redescobrir! Outro argumento para reler é o de que muitas vezes nosso cérebro nos trai, nos fazendo esquecer de coisas extremamente significativas. É como rever algumas paisagens para lembrar de como elas são belas! E não estou falando só de textos, outro dia ajudei um amigo a fazer um tema de matemática da 7ª série, foi tão possível, tão divertido, muito diferente de quando eu estava na 7ª série e a matemática era quase indecifrável.

Não há hegemonia de saberes. Nenhum saber é mais importante que o outro. A idéia é que cada um faça suas escolhas e fique bom naquilo que escolheu. E tem mais, dá para re-escolher sempre.

Há quem escolha a culinária, ou, então, a geografia. Tem quem goste de matemática, que pode ser mesclada, acredite, com a poesia; Seja a biologia, a música ou a antropologia, tudo tem a ver com a filosofia; Todas as matérias estão interligadas, o que as diferencia é o olhar e o investimento que cada um de nós irá fazer; E é assim que as pessoas vão desvendando o seu complexo dia-a-dia; E foi aí que eu me encantei com a tal psicologia!

De tanto ler,
quase sem querer,
fiz uma aula sobre ler...





Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/sitioe80/public_html/caracolfuracao.com.br/Connections/gecon.php on line 9
Cida querida!
Três tempos compõe a nossa história...

Cubo de Rubik
Um cubo de Rubik serve para várias coisas, mas a principal é o modo de jogo "eu contra minha própria burrice". Inicialmente o cubo encontra-se bem arrumado, cada cor para um lado e você acha tudo muito bonito.

Bola de Sabão
Bola de sabão andava pelo mundo cheia de medos. Precisava proteger-se de todos os imprevistos, pois era muito frágil. Temia que algo a tocasse e isso a faria estourar e sumir no ar.

 
(51) 3321-2113 - Av. Taquara, 110/201 - Petrópolis - Porto Alegre - RS
Copyright © 2006 Caracol Furacão - Desenvolvimento: Sítio Eletrônico